Elegante sempre - Janaína Depiné

Etiqueta na Copa do Mundo

A Copa do Mundo mexe com o mundo inteiro. Desta vez a competição é na Rússia e a maioria dos jogos ocorre em horário comercial. Por conta disso empresas e funcionários precisam tomar cuidado para não derrapar nos bons modos. 

 

Não é ponto facultativo

Diferente do mundial de 2014 realizado no Brasil quando diversas prefeitura proclamaram feriados ou pontos facultativos nos dias de jogos, em 2018 isso não vai acontecer. As empresas são livres para  fazer qualquer programação e não são obrigadas a deixar os empregados fazer horários alternativos ou providenciar TV  para transmitir o jogo no local. Portanto, se a empresa decidiu manter o time profissional em campo, nada de reclamar e nem de assistir ao jogo “clandestinamente” ou “arranjar um atestado”. Isso certamente prejudicará sua imagem profissional e você pode ser até expulso.

Mantenha a compostura

Como algumas empresas vão liberar os funcionários para assistir os jogos no trabalho ( o que não é obrigatório) tome cuidado para não esquecer de que ainda é trabalho. Torça, vibre, mas não grite, não leve bebida alcoólica, vuvuzela e nada de reações exageradas.
Se a empresa liberar para os funcionários assistirem em outros locais os jogos tome cuidado extra se tiver que voltar ao expediente. Seja comedido.

Limite o espírito da Copa

Sabe aquela sensação de união em prol da seleção que o brasileiro sente? Passa! Então, não ache que a hierarquia acabou e que o seu chefe é seu “parça”. Ao final da Copa tudo volta ao normal, não se empolgue!

Também não vista verde amarelo se empresa não liberar. Respeite as regras estipuladas para os dias da Copa do Mundo.

Nada de mandar piadinhas e gracinhas pelo WhatsApp ou redes sociais durante o expediente.

No mais é se divertir, sem esquecer que o trabalho é essencial. No final da Copa os jogadores embolsarão milhões e você volta para sua boa e velha rotina ( e emprego). Tome cuidado!

 

Aguarde...

Cadastre-se

Fique por dentro das novidades do blog!